18 de fevereiro de 2007




No último dia em Tóquio fomos dar uma volta do bairro de Shibuya, ou para quem se lembra da aula de japonês do outro post, fomos no "ku" de Shibuya.
Eu e o Rafa saímos para filmar para a globo do Japão, o canal IPC. Na foto o Rafa esta mostrando a posição básica do "Kantcho". Não posso explicar agora o que é extamente esta forma de divertimento infantil japonês. Alguns minutos antes consegui aplicar o tal "Kantcho" no Rafa em frente às cameras! Histórico!
Abaixo outra foto para mostrar que a amizade está intacta!
A última foto é a visão da casa em que tocamos durante a passagem de som. Muito bonito o lugar, não acham? abraços e beijos.



Já estamos aqui na Europa, mas ainda queria mostrar umas fotos da viagem do Japão.
Antes dos shows finais em Tóquio, fomos para Sapporo. Lá pudermos ver o festival de castelos de gelo e também encontrei este deus/deusa do metal em um templo japa. Levei um susto quando vi esta imagem. Já Já escrevo mais...abraços!

8 de fevereiro de 2007


Hoje fizemos o show em Hiroshima. Pela manhã fui no museu da bomba.Triste e emocionante. A galera tinha ido ontem, mas como eu tive um workshop no MI-GIT daqui de Hiroshima, tive que ir sozinho hoje antes de irmos para a casa de show.

Ontem após o work fui à um restaurante com a ilustre companhia do Paul Gilbert. Eu que aprendi tanto ouvindo Racer X e Mr Big, foi uma honra estar com ele e passar a noite conversando sobre música, carreira, histórias de viagens etc etc.

O restaurante era especializado em Fugu ( lembre-se de pronunciar o "fu" como se estivesse soprando algo). Foi vontade do Paul Gilbert, que fez questão de comer o tal Fugu. Lá no restaurante descobri que o Fugu é o nosso famoso Baiacu.
Muita gente tem medo de comer pelo fato dele ser venenoso. Se o
restaurante não for confiável já viu, sai direto de maca para o hospital.
Acho que o restaurante era realmente só de baiacu. Presencei a maior orgia gastronomica sobre os coitados dos baiacus. Comi sashimi de baiacu, baiacu frito,
cozido nas águas borbulhantes de uma panela que todo mundo mete o pauzinho ( hachi!). Até o saque vinha com a barbatana do baiacu. Saque sabor peixe!
Só faltou ter sobremesa de sorvete de baiacu... porém pedimos um doce de chá verde.

Aqui no japão é assim. As variantes culinárias são: peixe, miojo, arroz e chá verde.
Não tem como escapar destas quatro coisas por aqui.
Segue a fotinho minha e do Paul com seus 1,94 de altura no restaurante.
otsukarechan! Kiko Rurero san despedindo-se para amanhã partir para os menos 7 graus de Sapporo.

6 de fevereiro de 2007




Ohaioo gozaimatsu!Ogenki desu ka? Kakui des!
Mando um "joinha" para vcs aqui do Japão!
Fui no MI-Osaka fazer um workshop e me deparei com este baixo. No mínimo diferente...
Hoje aqui em Nagoya fizemos a foto com toda a galera da tour. Angra, os Guardiões Cegos e a galera das duas equipes.
O "problema" dos guardiões é que tem muito careca... Na foto falta um e o baixista está de gorro. Ao todo são quatro carecas... nos primeiros dias nos confundimos um pouco com quem era quem... Já basta o público que é igualzinho... Reparem ao lado do Aquiles o Harry Potter com 40 anos de idade e o Havengar querendo aparecer ao lado do Marquinhos. O primeiro é o Peter que já trabalhou conosco na tour europeia do Rebirth, o outro é o técnico de som do Blind, experiente demais que já faz som pro Saxon desde os anos oitenta.
Não preciso contar muito, pois o site do Angra está bem atualizado com fotos e notícias da tour.
beijos e abraços de olhos bem puxados!