5 de dezembro de 2008

Histórias da estrada...

Relembrar é viver já diz a máxima.

Uma constante é a pergunta: Qual é a diferença entre o público gringo e o brasileiro. De forma previsível respondemos que o Brasileiro é empolgado e caloroso dentre tantos outros adjetivos esfuziantes. Quando eu respondo esta pergunta lembro-me sempre de um show em Manaus com o Angra em 99. No ginásio do luxuoso Hotel Tropical, às margens do Rio Amazonas, estávamos pela primeira vez nas terras de Mavutsinim, avô dos índios.
Imagine. Sair dos palcos de São Paulo para tocar em Manaus deve ter a mesma sensação que um violinista erudito teria em cima de um trio elétrico. Os fãs são incríveis.
A troca de energia entre banda e público neste show estava tão intenso que o palco foi transformado em trampolim, e no ginásio-sauna, o dono do show era mesmo quem pulava mais longe e não se deixava pegar pelos seguranças. Estes, em grande número, vestidos de camisetas amarelas cintilantes, fixaram-se em frente a banda na ponta do palco para proibir o espetáculo acrobático. Finda a brincadeira, descontente, o público não se conteve e cuspia sem parar nos alvos fáceis amarelos, evocando “para o pau”. A banda agora apenas como trilha incidental do espetáculo, olhava o acontecimento, tocava mais forte e alimentava-se desta selvageria. Para a nossa surpresa ainda vimos o gradil que em teoria serve para não deixar o público chegar perto do palco literalmente voando ao fundo sob cabeças impassíveis, certas de que aquilo era um show de verdade.

18 comentários:

Anônimo disse...

pues la diferencia debe ser mucha actualmente me parece que los gringos estan mas en hip hop, britney-girls y otros productos, china y japon supongo que tambien son buen publico, Manaus debio ser fenomenal y que me dices de Mexico! :P saludos
martin

Monica disse...

Nossa... Que aventura, hein... rsrss ^^

Beijo procê!

Vitor Hermes disse...

Cacetada...!!!
Cara, preciso ver um show do Angra-um menos violento - não tem nem previsão em São Paulo.

::mari moura:: disse...

WOW!!
Kiko, na boa ,escreve um livro com suas aventuras...já tem até título:
"Relembrar é Viver".^^ou- "Histórias da estrada..."
Vc quem diz:"o ginásio era luxuoso..." eita!!
Mas se o gradil voasse e atingisse suas cabeças (Angra) seria um show--pesadelo...parece até meio fantasioso essa parte da história,
mas eu "pagava" pra ver esse espetáculo...de telescópio (claro,néh? ),rsrs
Beijus e abraços ao Angra!!
::mari::

Tulio disse...

cuspindo nos alvos faceis "amarelos" e o gradil voandoo, vc tocando e vendo issu td acontecendo .... deve c massa kkk

abraço!

Kelly disse...

Nossa...
Segurança de amarelo cintilante? QUe boniiito xD heheh..
Deve ter sido muuito legal esse show!!
Todos querendo ficar perto do Angra ;D e nisso fazendo os caras de amarelo cintilante saírem do sério!
Histórias da vida ;]
Sempre bom relembrar ^^
Beijos
Kell

walber silva disse...

É COM CERTEZA O BRASILEIRO É UM POVO ALEGRE ENTUSIASMADO DISCONTRAIDO E Q AMA UMA BOA "BAGUNÇA" NO BOM SENTIDO CLARO...

NOSSA IMAGINO COMO DEVE TER SIDO "EMPOLGANTE" TOCAR PARA UMA PLATEIA COM TANTO ENTUSIASMO, E ENERGIA HEHEHE

GRANDE ABRAÇO KIKO...

Fábio disse...

Sem comentários D++!!!

Tadeu Leone disse...

Bela redação...hehehehe.

Samii From Hell disse...

Nossa, me deu medo dessa cena....

Yvie disse...

o.O
nossa q loucura hein???
bjão Kiko sumido...;)

Emi disse...

ahahahaa...deve ter sido demais!!conte-nos mais histórias kiko,conteee!!!


bjs

. Breyla IV disse...

meu deus...esse show deve ter sido...engraçado O_o rsrsrs

;***

Luciana MN disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Lipa disse...

Grande pandega que isso deve ter sido!
E que toque tão romântico quiseste dar à cena! LOLOLOL

Lipa disse...

Grande pandega que isso deve ter sido!
E que toque tão romântico quiseste dar à cena! LOLOLOLOL

crendo, mas pensando... disse...

:)

Anônimo disse...

Acho q o Publico lá do meio do mato nunca tinham visto 1 banda de metal de verdade(só musica de índio).
kkkkkk...
mas deve ter sido legal pra eles terem visto pela 1ª vez 1 show d metal.queria estar lá.pensando bem,ñ queira estar não...prefiro ver aqui de Curitiba mesmo.