28 de agosto de 2009

Post Guitar Player

Mais um post da Guitar Player...


São quase 18 anos envolvidos com a mesma música, mesmo estilo, mesmo grupo de pessoas, com amigos, colegas e fãs que cultivamos tão intensamente.
Com uma dedicação ímpar ao longo deste extenso período, com seus altos e baixos, momentos inesquecíveis, e claro, momentos que gostaria de esquecer - a trajetória do Angra é a história de minha vida profissional.
Após quase dois anos sem subir aos palcos ostentando este nome, nos preparamos para a tour Angra/Sepultura em algumas cidades do Brasil no mês de maio.
O sucesso que o Angra obteve é complicado de explicar ou criar uma fórmula a ser repetida por outras bandas que almejam o mesmo posto. Porém a única coisa que eu poderia dizer que existiu e existe é a dedicação, paixão e trabalho intenso sem medir esforços independente dos resultados positivos ou adversos.
Por isso quando decidimos voltar com o grupo, nada menos que ensaios diários de no mínimo 3 horas foram marcados. Recapitular por volta de vinte músicas, relembrar os pequenos detalhes das composições criadas há 10, 15 anos. Recebendo o antigo companheiro Ricardo Confessori na bateria, tudo soa com um bom toque de saudosismo, expectativa e otimismo.
Nos ensaios eu gosto de dificultar as coisas um pouquinho. Não levo nenhum efeito ou distorção a mais. Gosto de tocar com a distorção que venha do ampli, crua e clara. Guitarra-cabo-ampli e só. Afinal, com duas guitarras, baixo e bateria insanos, teclados e backings, a massa sonora não propicia muitas brechas para enfeites “timbrísticos”. Para esta tour decidimos tocar um tom abaixo, isto é , em D. Como sempre usei as cordas D’Addario 0,10, não tive escolha de passar para 0,11 devido à nova afinação. Porém para treinar e complicar um pouco mais passei um período dos ensaios utilizando espessura 0,12. Assim o exercício da almejada “pegada”firme, seja nas bases ou bends e vibratos, torna-se funcional e intenso.
Portanto, pouca distorção, sem efeitos e com corda 0,12. Este conjunto torna-se um bom treino muscular e de resistência. Outro benefício deste “cabo-de-força”musical é a precisão, definição e clareza na execução que uma corda firme te proporciona. É claro que vale lembrar que todas as músicas eu já toco há muitos anos e os dedos caminham por conta própria pelo braço, o que facilita poder exigir deste lado mais físico e mecânico.
Fizemos o show de estréia em Fortaleza. Para nossa felicidade tivemos grande público e ingressos esgotados para nossa volta. Como “jogo é jogo e treino é treino” não arrisquei na 0,12 e sim na 0,11 mesmo, com o devido delay nos solos e boost. No palco a energia é tão grande que a corda parecia uma 0,08. Talvez a 0,12 fosse melhor para conter a fúria.
Na mesma semana também fiz um show no SESC em SP com o trio Neural Code. Pelo fato de estar em trio, uma guitarra só requer um preenchimento mais completo. Abusar dos delays, chorus e flangers é bem vindo e faz a diferença. Quando à corda, pela complexidade do som, foi melhor não arriscar e ficar na 0,10 mesmo.
Na véspera de atacarmos no Via Funchal em São Paulo estou na dúvida da espessura mas com a certeza de completar a maioridade com os amigos de banda em mais um show marcante para o Angra.
Abraços

9 comentários:

Pikachu-san disse...

No via Funchal foi com certeza um show marcante. Meu primeiro show do Angra de toda a minha vida. Apesar de que eu queria muito ter ido no show de onde surgiu o Rebirth ao vivo, mas tinha só 11 anos e minha mãe não deixou. Mas neste ano não exitei e fui!!

Mesmo não cantando Acid Rain (Musica favorita) eu vi o Edu, o Kiko, Rafael, e Felipe e foi maravilhoso! Meus olhos não acreditaram quando os vi naquele palco. Cantei todas as musicas que sabia, e me emocionei com as que não conhecia.

Obrigada por mais um post e gostei muito desse em particular, foi um bom presente de aniversário!

Obrigada...

Luh Almeida disse...

É tão bom tê-los de volta na ativa! (ainda mais com a promessa de álbum novo) Nos shows sentimos a energia, a paixão.. mas todo o esforço por trás disso também é uma (grande) razão pela qual os admiramos.

Fazia tempo que não tinha um post realmente legal aqui (mesmo Via Funchal tendo sido sóo há um tempiinho XD~) =D Depois conta como foi o Festival em Portugal ^^

Abração, Kiko.
Se cuida.

basicregisters disse...

Kiko oi Sou basicregisters no blogspot
http://basicregisters.blogspot.com
e também
http://pixiespalace.ning.com/profile/monicacpsmartins

tenho um amigo na Hungria que é seu super super fan! Como eu, já passou de meio século de vida, mas não abandonamos a música nem que seja ouvindo. Daria pra vc mandar um e-mail pra ele?

aguardo retorno.
obrigada

Indira disse...

Esse show de maio daqui de Fortaleza foi muito emocionante, relembrando o passado mágico do angra! :)
Parabéns pelo grande sucesso! Apesar de eu estar acompanhando a pouco tempo, tenho certeza de que o angra tem uma longa jornada, e que venham mais dezoito anos! graande abraço!

D.Cerqueira disse...

Acompanho a muito tempo a banda, porém por problemas de localização ainda não tive uma oportunidade clara de ver um show ao vivo.
Moro no interior da bahia, porém como a esperança é a última que morre, esperarei ter um próximo show em Salvador para que eu possa apreciar em um momento breve da minha vida, uma qualidade musical singular, que é o som do Angra. Para mim, é isso que vocês são, singulares. Únicos, singulares.

Mandinha \o/ disse...

aaah, tinha que ter citado o show no Rio, com aquela fã maluca te enchendo o saco o show inteiro hauhauha
enfim, espero ver mais um show do Angra, porque deu mó medo quando vcs ficaram muito tempo parados, achei que a banda talvez pudesse não voltar... pretendo ir no de Caxias, é meio longe né, mas tentarei
beijundas =**

Van... disse...

Ótimo texto:) Ansiosa para ver o Angra em Sorocaba!!! Será inesquecível...
Bjosssssssssssssssssssss

Dyah Prabaningrum disse...

play with 0.12 string..i like when you said it becomes a good training for muscle..hehe.

i remember i knew angra when i listen to Tribute to Led Zeppelin, i think i was late too much because i listen it on year 2004 :D (gotta say you guys were great to play "Kashmir" in a full rockin' style).

never give up to hope, that someday you and Angra will play in Indonesia :)

hugs

Anônimo disse...

sinceramente tio pedro???

problema é todo seu!!!!
hahahahahaahaha!!!