13 de julho de 2009

Tarja Summer Tour parte 2







Diretamente do palco do primeiro show em Budapeste para o “Tour-bus”.

Entenda-se “Tour-bus” como um casulo-mãe com 12 casulicos. Estes, denominados em língua inglesa,“bunk” ,são as camas. Para mim, porém, mais parecem caixões semi-abertos com ventinho e luzinha de leitura com uma cortininha para garantir a individualidade ao melhor estilo “visita íntima” das cadeias brasileiras. É verdade também que o casulo-mãe tem cozinha,banheiro, vídeo game, filmes, música e conversa, muita conversa. Tudo isso sobre quatro rodas é claro.

Nele viajamos trechos de 15, 20 e até 36 horas nesta tour.

É praticamente um Big Brother do metal com rodas, mas sem o Pedro Bial ( por sorte!!). Todos ali buscando sua paz espiritual, em uma espera introspectiva, para não defenestrar terceiros ou a si próprio.
Claro que seguindo a cartilha dos Direitos Humanos, tínhamos direito à banho de sol nas paradas para o café da manhã...Não perguntem sobre almoço ou jantar, pois banho de sol, como bem sabemos por lei,é uma vez só ao dia...

Além da banda com 6 pessoas, tínhamos no grupo o empresário, técnico de som, técnico de monitor, técnico de luz , roadie, tour manager e dois motoristas.
Um coleção de DNAS multiculturais: Além dos Finlandeses e Brasileiro que vos tecla, havia inglês, turco, argentino, americanos e alemães.
Fomos para Romênia em Bucareste, país do Drácula e depois para Eslováquia em uma cidade cujo nome de tão complicado minha memória fez questão de esquecer.

Sempre após cada show voltávamos à vida do casulo. A dúvida era sempre a mesma: entrar no esquema “vodka no gargalo” com os finlandeses para dormir anestesiado e sonhar com a cama lá de casa, ou hibernar no túmulo à seco. As incontáveis horas que passamos nesta vida de molusco, me proporcionou a possibilidade de variar sobre os dois temas.

Algumas fotos do show de Bucareste para vocês. E é claro a foto do ônibus, que além de tudo era amarelo. O figura comigo é o motorista alemão ( nota-se que o dito gosta de amarelo...e por sorte na foto não aparece a bermuda motivos-samambaias bem ao estilo “sou gringo e vou aproveitar este mês de sol com minha bermuda tropical”)

Mais em breve!
Saudades
Kiko

10 de julho de 2009

Tarja Summer Tour parte 1




Do velho mundo para Terra Brasilis descrevo aqui mais alguns episódios desta vida peregrina de músico.

Só para não passar meu aniversário dentro de um AirFrance, fui para Budapeste uns dias antes do necessário. Afinal quem não tem curiosidade de conhecer esta cidade histórica.
Mais uma vez com meus colegas Mike Terrana, Doug Wimbish, Max Lilia, Maria Ilmoniemi para a Summer Tour da Tarja Turunen.
Um dia de ensaio para recapitular as 19 músicas do repertório e checar o equipamento e conhecer o meu novo técnico, o finlandês Taneli ( foto)
Como show é show e palco é palco em qualquer lugar do mundo, compartilho aqui algumas fotos do meu passeio de turista na cidade de cor ocre como observou Chico Buarque e de língua pátria incompreensível vinda outrora dos Montes Urais.

Kiko