9 de maio de 2010

Criação Espontânea -Guitar Player

Criação Espontânea
De volta ao Brasil. Antes do final do ano, passei com o Angra por algumas interessantes cidades chilenas, como Santiago e Valparaíso, e depois seguimos para Buenos Aires. Quatro dias, quatro shows. Muitas horas tediosas em vans, aeroporto e hotéis, mas não troco isso por nada.
Quando o sono e o cansaço não te aprisionam, é possível usar esse período ocioso para o estudo. É pouco tempo que sobra e acredito que, para muitos guitarristas que estudam ou trabalham com outras coisas, o tempo para dedicar-se integralmente ao instrumento é ínfimo. Todavia, penso que constância é o fator mais importante no estudo. Do que vale estudar muitas horas por poucos dias da semana? É mais importante estudar  constantemente, diariamente, quantas horas forem possíveis, e deixar o cérebro adaptar-se. Informações novas devem ser assimiladas em doses pequenas e constantes. Por isso, tento estar sempre conectado a algum tipo de aprendizado e estudo, mesmo nessas confusas viagens.
Seguindo a sequência de pensamento do blog anterior, no qual retratei o estudo de jazz, falarei um pouco agora sobre improviso, a chamada criação espontânea. Para mim, o estudo do improviso é uma terapia, a busca de um tipo de liberdade musical. A verdadeira composição instantânea.
Ficam as perguntas: O que é isso? Como encontrá-la? Como desenvolvê-la e estudá-la? Sei que o assunto representa um lugar nebuloso na cabeça de muitos guitarristas – inclusive na minha –, mas é justamente por isso que sua discussão é sempre importante.
Meu álbum No Gravity tem como título essa sensação. O objetivo sublime de chegar ao nirvana musical, em que a realização de uma ideia no momento certo traz a sensação de graça alcançada. É um ponto que sempre almejo e um dos focos dos meus estudos.
Dentro de tantos assuntos relacionados à criação, uma das mais importantes barreiras a vencer é o medo do erro. E, de maneira mais abrangente, o real medo da música, ou seja, a timidez e inibição para arriscar, provar, tentar, experimentar...
Difícil é a tarefa de encarar a música como um jogo em que você não tem nada a perder ou ganhar. Basta, simplesmente, tocar o que você está apto no momento, sem intenções de agradar a ninguém, a não ser a si mesmo. Certa vez, Miles Davis disse algo mais ou menos assim: não tenha medo dos erros, pois eles não existem. Tudo é a forma como encaramos nossas tentativas desajeitadas. Se não as  assimilarmos, uma sequência maior de erros virá e, com isso, a inevitável insegurança. O erro é basicamente uma tentativa malsucedida que trará resultados extremamente favoráveis com o passar dos anos, pois é apenas com ele que a experiência virá.
O erro é a forma mais crua de aprendizado. É o necessário. É o outro lado da dialética. Desde a escola, somos repreendidos pelos erros que cometemos, mas, sem eles, o aprendizado não acontece, indubitavelmente. O julgamento sempre vem da experiência, mas a experiência vem dos erros e acertos. Não há como saltar etapas. Os erros que ocorrem por fatalidade podem ser a abertura a novos caminhos. Tudo é uma questão de como encará-los e utilizar sua força negativa como positiva.
Procure ouvir o disco A Love Supreme, de Jonh Coltrane, os álbuns-solo de Keith Jarrett e Virtuoso, de Joe Pass. Estes trabalhos são os mais puros exemplos do significado da improvisação.
- Abre-se 2010 e, como de praxe na agenda anual, arrumo as malas para o mais badalado evento do mercado de instrumentos: a NAMM. Na próxima edição, contarei os bastidores dessa feira de negócios, shows e apresentações que acontece na Califórnia.
Não deixe de visitar meu blog no site Guitar Player: http://kikoloureiro.guitarplayer.com.br. Você pode sugerir temas para esta coluna pelo e-mail info@kikoloureiro.com.br. Dúvidas e comentários são sempre bem-vindos. Siga-me também no Twitter: www.twitter.com/kikoloureiro

23 comentários:

walber disse...

kiko por isso te admiro... mesmo sendo um mestre como é, ainda se preocupa em passar semre boas dicas para nos, simples mortais huauhau
um abraço kra

Ana Clara Lima disse...

adorei!!

Elaine disse...

Esse seu blog e o anterior foram sensacionais. Uma aula literalmente grátis!
Já percebi que a falta de intimidade com o instrumento, e pouco conhecimento, trazem a insegurança e medo de errar, como você bem colocou. O estudo diário é muito importante para podermos desenvolver a intimidade com o instrumento, para que possamos tocar sem pensar, e deixar a música fluir pelos dedos. Sinto isso quando canto, não tenho nem um pouco de vergonha ou medo de errar, pois tenho intimidade já com a minha voz, e se eu errar no tom, apenas errei. Isso me faz ter mais vontade de correr atrás para consertar o erro e aprimorar meu desempenho como cantora.
Se não fossem os erros, e as críticas, como saberíamos se estamos realmente bons na função em que estamos desempenhando?
Adorei a força que você transmitiu nos textos, a qual foi direcionado não só para mim, mas para todos os outros iniciantes do estudo desse instrumento tão sedutor.
E, com certeza, vou pagar uma fortuna só para fazer aula com você rs...Só não sei se vou conseguir tocar na sua frente como cantei. Tenho certeza, também, quê não será por insegurança ou medo, mas pela emoção vivida de estar perto de você mais uma vez!
Que tietagem rsrsrs Mas, não estou nem ai !!! Sei que sou apenas mais uma que adora você! T+

Simone Mallmann disse...

Kiko,
tu é espetacular!!

beijos,

Bm.

Roberto Mitsuse disse...

NO FEAR FOREVER!!!

KIKO IS THE BEST!!!

UP THE SONGS!!!

ANGRA!!!

Camila Silva disse...

Este texto foi um dos melhores publicados!

Ja tinha lido na GP e gostei bastante. Você mostra uma maturidade artística que quero ter um dia...

Abraços! =)

MARII MOUR@ disse...

Olá!
Há tempos não escrevo aqui,
mas continuo sendo sua fan.
Legal seus textos Grande Mestre da Guitarra!!!!!!!!!!!!

Você está sendo filmado! disse...

grande mestre... aleluia...valeu pelas dicas...

Regnum Lost disse...

Tenho grande admiração por você kiko.
Te acho um artista brilhante. Seu blog é uma luz de inteligência nessa era escura de ignorância.

marii moura. disse...

Realmente Kiko,vc é brilhante!!!
Ler seus textos 'abre' os olhos,a mente...,de qquer ser humano que te admira e que é seu fan de verdade,e gosta do que é realmenta BOOOOM!
Cara! Fiquei extasiada com a sua sabedoria nas palavras,que ao mesmo tempo simples e tão cheia de
grandeza. Parabens meu grande Mestre!!
Continue nos prestigiando com sua arte.
Beijus!!
marii.

Anônimo disse...

caramba comentei tão bem e grande sobre o improviso e deu pau na minha net...brabo

Anônimo disse...

Oi kiko sei que talvez ou não talvez vc se lembre de mim!
Sou Daniella e eu fui ver vc aqui em manaus no CCMT,eu que levei a pedaleira sua,e vc autografou...
Foi muito bom ter conhecido vc de perto e poder esta sabendo mais sobre o Angra!
Deus abençoe seus planos e projetos!

Maico Paixão disse...

Muito bom. Melhor texto seu que ja li. Gostei bastante da análise filosófica incluindo a dialética com citação.
Abraços

leandro rain disse...

sensacional,
fonte de minha inspiração desde a juventude
kiko loureiro "sem querer " me apresentou expressões sonoras das quais talvez eu nunca saberei destinguir ,
e as quais , são importantes para mim

acompanho aos poucos seu blog ,e é de grande ajuda para o desenvolvimento de reflexão dos guitarristas e musicos em geral, perguntas q não são ouvidas mas geralmente são questionadas dentro de nossa mente .
obrigado!

Dre disse...

Gostaria de fazer uma declaração : Primeiro sou uma fã incondicional do heavy metal ,porisso á principio quando ouvi o seu trabalho no Universo Inverso...estranhei , porém avaliando com mais clareza o que dá pra perceber é que vc esta em um patamar musical , um nível musical...que trancedeu todas as minhas expectativas muito além do que eu conhecia.
Porisso eu gostaria de te AGRADECER , pq na minha opinião um Ìdolo ( assim como vc é pra mim...na minha visão pessoal) muda nossas escolhas, nossas opiniões, e vc mudou isso em mim, me abriu horizontes.
Posso dizer que depois de conhecer sua música me conheço melhor , vc me faz entrar em contato comigo mesma, é como se ao ouvir eu estabelecesse uma conexão direta com minha alma me abrindo para horizontes e patamares que eu jamais pensei almejar,
porisso resolvi compartilhar este sentimento com vc...escrevendo estas palavras... que na verdade são mais do que palavras.. são anseios!
Meus parabéns !!!! Sucesso sempre!

Raquel Oliveira disse...

Olá..... Adorei conhecer esse espaço.

Prazer em te conhecer!
(Evento VW)
Bjos

Anônimo disse...

FELIZ ANIVERSÁRIO!!!!

Bjus....Erika

Anônimo disse...

Kiko, sou um grande fan seu cara, aprendi guitarra por ver você tocar, gosto muito das musicas do angra e seus Cds solos. Vejo você tocar e viajo, e tentar chegar no seu nível um dia é o que me motiva. Só falta uma coisa.......você tocar em Indaiatuba. Espero que o Angra nos dê essa honra.

Abraço

Thiago Indaiatuba

marcos disse...

eu nunca entrado no seu blog e o dia que eu entrei ja achei logo o que eu estava presisando, eu tenho muito medo do que as pessoas vão pensar dos meus solos e sempre acabo não solando nada, eu travo e não faço nada! Bom esse seu post me caiu muito bem como um conselho era tudo o que eu presisava, agora com certeza eu vo começar a solar bem e vou usar o meu medo para me fortalecer, isso vai me ajudar não só na musica como na minha vida toda!!!! Valeu kiko, um dia eu cou duelar na guita com vc me aguarde!!!rsrsrsrs
ASS:Marcos

Luz de Luna disse...

Querido kiko: probablemente ni se entienda lo que quiero decir, pero igual deseo hacerlo...

No tienes idea de cuan envidiable es saber el hermoso don que tienes para la creación, que es una capacidad que se encuentra en nosotros pero está completamente influenciada por nuestras historias de vida...
siempre me han logrado emocionar mucho tus composiciones, es delicioso escuchar esas canciones, pero también siempre me pregunto qué distinto debe ser el ser quien crea esos sonidos. Qué distinto y gratificante debe ser expresar emociones transformándolas en música... es un don mi querido kiko, un don muy envidiable...
la improvisación de hecho es una gran terapia, como tu lo dices, porque entiendo que en aquellos momentos en que debes estar con tu guitarra entras en un estado de "flow" donde el tiempo, el espacio y las distracciones desaparecen... encontrar una ocupación que nos permita entrar en ese estado es maravilloso, y tu más encima puedes disfrutar de ella como tu trabajo que mejor!

la creatividad no viene de la nada, responde a una serie de influencias de nuestra historia de vida, pero que dialecticamente confluyen en la capacidad de utilizar el pensamiento lateral para lograr la "creación"...

y si tu obstáculo es el temor al error, es algo que se entiende puesto que tu música llega a miles de personas, sin embargo ten claro que sea lo que sea que logres "crear" aunque cometas el "error" de que no le agrade al resto, para ti es uno de los tantos modos de expresarte, es aquellos que tus sentimientos te llevaron a decir... ah! que hermosa magia debe sentirse al realizar algo como eso!

me hizo pensar mucho lo que escribiste y es porque yo vivo mi "flow" escuchando tus creaciones y no sabes cuan agradecida estoy de los mil y un sentimientos que afloran gracias a tus acordes...

Anônimo disse...

Agora mesmo estava procurando algo sobre o medo de errar , medo de tocar sozinha e acabei entrando no seu blog . Poxa , to cansada de me sentir arrasada cada vez que eu erro .
Muito legal o que vc escreveu e me fez pensar que realmente acho que na maioria das vezes me preocupei muito em agradar as pessoas , me preocupando com seus julgamentos e esqueci que naquele momento é meu instrumento e eu. Vou ser mais constante no meu estudo e pensar no momento mágico , no som que gosto, que me agrada ...ah e somente o que estiver preparado para executar.

Valew,
Re

dani. disse...

Por que a Vivi Matsui tentou se suicidar? Na época quando eu soube que ela estava em coma no hospital fiquei chocada! Kiko, cuida bem dela porque ela falou que não se conforma em ter sobrevivido. Ela pode tentar o suicídio de novo a qualquer hora. Cuida bem dela......

Anônimo disse...

E aê kiko blz?
poxa cara quero saber
onde encontro seus disco
vc é o melhor que ja vi
assim...
moro no fim do mundo(São Luís - MA)
que loja vende?

alexandre_yagame@hotmail.com
obs: to tirando audio dos videos do youtube...kkkk....é a necessidade kkkk
flw!!!!!!!!