12 de novembro de 2010


E DEPOIS DA GRAVAÇÃO?

Trabalho árduo, longo, extasiante e, quando pronto em mãos, dá-nos a sensação de alívio, de tarefa cumprida. Criar, compor, ensaiar, discutir, analisar, decidir, estruturar, gravar, mixar, masterizar. É o que fazemos de nossas ideias musicais. Agora finalizadas, transformadas em Aqua, o novo álbum do Angra.

Foram longos meses para não deixar escorrer entre os dedos nossas criações e lapidá-las para apresentar a todos. Quando pensamos que o trabalho esta concluído, é aí que aparece o lado mais difícil. O que fazer com esses 50 minutos de música? Claro, criar a capa e tirar fotos para um encarte bonito e de boa apresentação, que represente algo tão etéreo como a música. E depois? Com as faixas prontas e o encarte definido, inicia-se outra etapa. Uma fase intermediária que não é estúdio nem show. Como levar o trabalho gravado ao maior número de pessoas, para que se interessem em ouvir as novas músicas ao vivo?

No caso do Angra, lidamos com países de culturas diferentes, nos quais cada gravadora tem seu jeito próprio de criar a expectativa do lançamento – coordenar quando e como a capa e a primeira música serão divulgadas, qual a melhor data de lançamento do CD completo. E qual será o single? O japonês quer a música mais rápida. O alemão gosta da mais pesada. Já o brasileiro quer tudo, a rápida, a pesada e a balada de melodia cativante.

E temos ainda de driblar o efeito MP3 para que nada vaze antes da hora e destrua a expectativa, afinal, como disse o escritor Antoine de Saint-Exupéry, tudo fica melhor quando aguardamos algo por um determinado

tempo, pois a espera também é prazerosa e amplifica a emoção.

Incansáveis reuniões para definir caminhos de marketing e criar vontade nas pessoas de escutar o álbum. Como distribuir o álbum no Brasil, já que no exterior estamos bem assessorados com grandes gravadoras e aqui o território é enorme e eclético? Precisamos agendar pocket shows em megalojas, ações em rádios, viagens para divulgação, chats e bate-papos na internet, entrevistas coletivas e individuais. Dar prioridade para internet ou revistas de banca? Fotos exclusivas para algum veículo de mídia? Onde anunciar? Renegociação dos contratos do álbum, adiantamento dos royalties das gravadoras... Outro assunto importante: quem edita e recolhe os direitos autorais das músicas? Cada território no mundo tem sua própria e peculiar sociedade de autores e compositores.

E, antes disso, há a elaboração do ISRC, o DNA do álbum onde todas as informações oficiais da produção estão digitalmente registradas.

E a música propriamente dita, onde se encaixa nessa epopeia burocrática? Os ensaios devem ser multiplicados, para que as novas composições se agreguem às principais da carreira. Eu e Rafael Bittencourt devemos reaprender as músicas que acabamos de gravar, pois, como cada um registra uma faixa, temos de ensinar um ao outro como cada trecho foi exatamente tocado, para que a execução ao vivo fique fiel ao disco. Assim, precisamos realizar vários ensaios em dupla para treinar as partes antes de nos juntarmos à banda. São necessárias algumas adaptações e rearranjos para viabilizar as inúmeras guitarras gravadas reduzidas a duas no palco.

E, por falar em palco, temos também de remodelar o visual, decidir a arte de fundo e cenário. Além da arte em si, o peso, portabilidade, segurança e resistência são fatores importantes para um belo “backdrop”. Ainda existem as questões da iluminação, equipe técnica e equipamentos renovados para a turnê.

E, claro, não podemos nos esquecer da TV. Conversas e mais conversas para decidir como e quando será produzido um videoclipe e como criar pautas para que possamos estar em programas televisivos.

Nesse período de entressafra estúdio/shows, muitas coisas são preparadas e definidas. Cada vez mais fica provado que, em se tratando de expressão artística, carreira e desenvolvimento sólido da campanha de um novo álbum, a música é parte do todo, e não o todo absoluto.

12 comentários:

Ana Clara Lima disse...

Sempre curto seus posts Kiko!
Bjss

Antoniel Gomes Da Silva disse...

Olá Kiko,admiro seu trabalho.Vc é um grande guitarrista! adicionei seu blog ao meu.Abração!!!!!

Rebirth disse...

Oi kiko, td bem?Adorei o último álbum de Angra.Espero que quando houver a tournée de Aqua não se esqueçam de Portugal

Beijo grande
Sónia

Denise Oliveira disse...

Quanta burocracia, ein? Admiro o comprometimento do Angra com os seus fãs e a preocupação de nos oferecer um produto de qualidade. Comprei o "Aqua" recentemente em um show na minha cidade e digo que todo esse trabalho está muito bem feito, nunca ouvi uma crítica negativa quanto a esse trabalho. Muitas vezes as pessoas não entendem e acham que carreira de músico se limita apenas a "tocar para multidões, ganhar milhões e ser feliz".
Enfim, espero que continuem fazendo esse trabalho com a mesma competência que tem feito durante todos esses anos por mais tempo ainda. Nós, verdadeiros fãs, agradecemos.

Indira Brígido disse...

Dá um trabalho pesado pra caramba, mas o resultado final compensa tudo! O Aqua está espetacular, o melhor da fase do Edu. Pode parecer estranho, mas eu achava o angra mais mágico com o André Matos, e agora voltou a ser, e ficou muito bom! Estou muito feliz pelo Angra, desejo tudo de bom pra vocês, e continuem assim!

Elaine Candeas disse...

Oi Kiko! Tudo bem? Demorou a postar dessa vez! RS
Realmente, nada pode ser melhor quando conseguimos terminar um longo projeto... Ufa! É a melhor coisa do mundo... Eu terminei um recentemente, gigantesco, dois anos amarrado com o cliente e a prefeitura, nossa... No meu caso, tenho que ganhar o cliente no orçamento, apresentando-lhe uma proposta de serviço descente, no qual contenham soluções rápidas, práticas e baratas, e isso é difícil!!! Nós engenheiros também, como os músicos, sofremos muitas vezes desvalorização do serviço realizado. O cliente olha para minha cara e fala: - Nossa! Eu paguei tudo isso por um papel? Mas não vêem que teve um estudo por de traz de tudo aquilo, para chegar ao diagnóstico apontado seja num relatório ou uma informação lançada numa planta. Tem outros clientes que chega a ultima hora, o projeto tá quase concluído e falam: - Não vou precisar mais disso, tem como eu não pagar o restante do serviço? Kkkkkkk É impressionante como tem gente folgada nesse mundo. Isso é o que eu enfrento no meu dia-dia de engenheira. E muitas vezes é tão perturbador que dá vontade de chutar tudo pro ar e viver de vender pipoca na rua, pelo menos não perco horas de sono, não tenho prazo de entrega de serviço, e não tem cliente que acha que você é empregado dele.
Mas daí eu paro e penso: eu amo tudo isso!!!! Kkkk
Minha luta hoje, além da engenharia, é vencer o desafio de aprender a tocar na guitarra as melodias dos meus músicos prediletos: VOCÊ, Steve vai, Jimmy Page, Jimi Hendrix, Eric Clapton e assim por diante. A música do Esteve Vai, For the Love of God, por exemplo, estou conseguindo tirar grosseiramente, mas já é o começo kkkk.
Adoro a seu vídeo aula (guitarra para iniciante), eu coloco para assistir quando eu mato as minhas aulas de guitarra, rs. Até os meus filhos param para assistir, ai um já pega o violão, o outro a guitarra, e ficam discutindo os exercícios, citados no DVD ai vira a bagunça e diversão ao mesmo tempo.
Bom Kiko, desculpa por ter me estendido de mais no texto, é que adoro escrever. E tem um pouco também de eu querer que você saiba um pouco de mim, sem me importar se você vai ler ou não. Boa sorte nessa fase que o ANGRA irá passar. O álbum de vocês está de mais, vocês evoluíram muito, tecnologia de primeira, parabéns! Pra ganhar mercado tem que fazer e apresentar o melhor sempre!
Fui!

Cristiane Foganholo disse...

Sensacional seu texto Kiko! Fiquei embasbacada ao ler cada frase, uma verdadeira aula!! Pra mim, essa parte de pré-produção, produção e pós-produção é a melhor! Batalhar para fazer acontecer e depois ter seu trabalho sendo reconhecido mundialmente deve ser impagável! Parabéns a todos do Angra (banda e equipe) pelo excelente AQUA!

Ana disse...

Oi Kiko, gostei muito da sua citação de Saint-Exupéry e a frase do final do post, pois realmente, o foco pode ser a música, mas tem muitas outras coisas por trás que merecem atenção e sem elas o trabalho não pode ser realizado! Desejo um ótimo trabalho pra você e pro Angra, e muito sucesso nessa próxima turnê, e poxa, vocês foram a Manaus esse ano mas não vieram aqui em Belém, espero que ano que vem possam vir!
Abraços!

Iris Gabrielle disse...

E tanta dedicação e competência resultam neste excelente trabalho feito por vocês!
O Aqua ficou muito bom e posso dizer que seu lançamento aqui em Recife foi marcante. A sintonia entre a banda e o público, bem como a energia do show, estava perfeita.
Parabéns pelo trabalho! Valeu o tempo de espera. Que mais trabalhos de qualidade venham! Beijos

Fox`U-Skiter disse...

Não sei se voc le aki kiko, mais se ler, leia até o final

Que correria heim! Mais o sucesso não vem sem esforço... e bota correria... entre as apresentações, apresentações do seu album FULLBLAST... Quando soube que o Angra ia tocar no Rock in Rio fiquei absolutamente LOUCO, pq ia tocar no mesmo dia q Metallica e Avenged Sevenfold...
Recentemente li a história do album " Temple Of Shadows " e fiquei estasiado com tão grande foi a criatividade do Angra e entendi a tradução de todas aquelas musicas... e veio aquele flashback e WOW!! PARABÉNS! e tambem um parabéns meio atrasado pelo dia do musicoo, tentei ganhar um dos kits da Tagima pra ganha um DVD seu =O com a seguinte frase " Ser musico é ser criança para se divertir com suas criações." mais acho q não submeteu meu Twitter, aproveitando me segue @l_ucasl_ima Agora tudo oq posso desejar a voc e ao angra é sucesso e espero v6 no rock in rio... agora com a volta do Ricardo Confessori, espero q volte um pouco aqueles velhos tempos de Carry on xD
E Eu gostaria de fazer umas perguntas q não deu pra fazer no workshop pq se tava com fome e foi pra pizzaria ( eu lembro ).
Estou ancioso para ganhar minha Tagima K2s no meu aniversario... ( 22/12 queria gannha uma das suas mão mais é meio dificil agóra, principalmente com a correria da turne mundial do angra...
mesmo assim... se quiser me dar uma
poakspoaks '

abrass
De um dos seus maiores fas ( Lucas Lima, seu futuro pupilo [acho])

Lita Barros disse...

O novo álbum do Angra está perfeito! E o show em Fortaleza foi inesquecível para mim. Senti falta de ouvir mais faixas do Aqua, embora ouvir "Streets of Tomorrow" ao vivo tenha sido uma experiência deveras excitante!
XD
Após o show, não só o Kiko mas todos os integrantes do Angra foram super simpáticos, dando atenção aos fãs, tirando fotos. (Finalmente consegui minha foto com o Kiko! o/ heheh... Irei postá-la aqui depois!)
Enfim, parabéns! O novo álbum e o show superaram minhas expectativas!!!
Super beijo
=*

Caroline disse...

Só de ler já deu pra sentir o trabalho que um disco novo dah!!
Parabéns a vc e toda a banda! No final das contas ficou uma perfeição...
Bjs