22 de junho de 2011


COM BRILHO NOS OLHOS

Em meio à absoluta maioria masculina de cabeludos, tatuados e barbudos, com suas correntes e piercings, lá estava uma loira reluzente de roupa de couro, simpatia no rosto e olhos vidrados no que eu tocava. Pode não parecer muito sincero de minha parte, mas ela me chamou a atenção não pela cor do batom, mas, sim, por conhecer todas as minhas músicas de cor e balançar o pescoço com empolgação singular.

Nos corredores da NAMM, feira de instrumentos na Califórnia, em janeiro deste ano, noto sua presença mais uma vez e minha curiosidade se torna ainda mais aguçada pelo fato de ela estar com um laptop aberto em mãos, com a imagem do ícone virtuoso dos anos 1980 Jason Becker. Não me contenho em me aproximar para tentar entender o propósito da loira com aquele computador em punhos, quando percebo que o próprio Becker está ali, vivo, porém estático, utilizando apenas os movimentos da íris dos olhos para me dizer: “Oi, Kiko, tudo bem?” Os olhos continuam a se mover e um interlocutor do outro lado do Skype traduz para meus ouvidos belas palavras de elogios e real conhecimento do meu trabalho. Sou envolvido por uma sensação incrível de empatia e agradecimento naquele contato, mesmo que apenas olho a olho, originada por alguém que já foi uma referência musical para mim e hoje é uma referência humana para todos que conhecem sua história.

Prodígio, Jason Becker gravou seu primeiro álbum aos 16 anos e, com seu incrível talento, logo alcançou o status de um dos grandes guitarristas do planeta. Eu tinha 15 anos e ele me fez repensar meu estudo, pois percebi que não conseguiria chegar de uma hora para outra àquele altíssimo nível musical. Impressione-se: ouça seu disco-solo Perpetual Burn e os trabalhos em dupla com Marty Friedman. Escute também o álbum de David Lee Roth A Little Ain’t Enough, que ajudou a levar Becker ao estrelato.

Infelizmente, o destino foi implacável com Jason. Ele foi acometido por uma gravíssima doença neurodegenerativa (esclerose lateral amiotrófica), que, aos poucos, retirou sua habilidade de andar, depois de tocar e, por fim, cessou todos os seus movimentos, mas nunca conseguiu subtrair o brilho de seus olhos e a música que existe dentro dele. Becker ficou impossibilitado de empunhar uma guitarra e subir aos palcos, mas não de continuar nos alimentando com sua música. Ele nos impressiona até hoje com suas obras do passado e com suas composições do presente, escritas por meio do movimento da íris.

Quando buscamos nossa musicalidade de forma tão intensa, podemos alcançar um grau sublime de energia musical – fluida, livre e extravasante – que será parte da nossa essência como pessoa. Jason é o exemplo cristalino disso.

No momento, a loira (Kristin Bloom, namorada de Becker), familiares e muitos fãs seguem fazendo homenagens a ele, como o evento Jason Is Not Dead Yet, o documentário Perpetual Burn: The Story of Jason Becker (www.jasonbeckermovie.com) e, aqui no Brasil, o site www.guitarclinic.com.br, o qual oferece a coletânea Heart of a Hero (organizada por Rafael Nery), que recebe donativos para o tratamento do guitarrista.

20 comentários:

GantZ Banda disse...

sou guitarrista também
conheço jason becker desde quando comecei a estudar. atualmente estou tirando a musica "altitudes" do album perpectual burn. que musica incrível e divertida.
mas ainda preciso de muito estudo para chegar aos pés desses 2 grandes guitarristas, Jason e kiko.

Matheus Akira disse...

Lindo, cara... Não tem outra palavra pra descrever... Tem como dar share?

Diamon disse...

Jason Becker pra mim representa uma coisa quase que inesplicavel..É difícil falar de tamanho exemplo como pessoa e músico.
Junto com ele como meus maiores ídolos..vem Vc Kiko,E Chuck Schuldiner..
Chuck já não esta mais conosco,mais obrigado a vocês três..
A verdadeira essência de ''algo'' alem do mais...

@Armando_Piruk disse...

De arrepiar hein, imagina encontrar Jason Becker mesmo que assim numa vídeo conferencia, o cara não é simplesmente um virtuose genial mas como você mesmo disse, uma referencia humana de luta e superação.

Sem palavras..
Abçs

Monica Fontes disse...

Lindo post!

Bjo!

Diamon disse...

É difícil explicar oq Jason Becker significa pra mim..
Jason mudou e continua mudando a vida de muitas pessoas ao redor do mundo..(e tambem mudou a minha)
E assim como ele,você Kiko(Pedro),e Chuck Schuldiner,são meus maiores ídolos..
Muito obrigado a vocês três..
''A verdadeira essência..em algo alem do mais...''
^^

Tchevy disse...

Como o destino pega a gente de surpresa né? Ele foi tudo que um guitarrista sonha em ser, ai vem uma doença sabe-se la de onde e rouba todo seu direito de continuar a segurar este precioso e tão amado instrumento que é a guitarra e tirar dela sons que entra em nossos corações e nos fazem pessoas tão felizes e realizadas musicalmente. Que Deus proteja ele e a você também que dividiu com a gente pobres mortais essa grande experiencia.valewww!!!

Lina M. Parra Ante disse...

Simplemente maravilloso! Gracias por recordar a Jason! Kristin esta haciendo un gran trabajo....I know her from YouTube and she has made few videos of you playing at NAMM as well as a video review.

Musicarte Escola de Música disse...

Jason é uma escola de música, de vida, de tudo... uma inspiração!

Parabéns pelo post e pelo blog Kiko!

Abrass,
http://escolamusicarte.blogspot.com/

Fotografando... disse...

Poxa que legal Kiko,eu fico mt adimirada com seu grande talento,não só como musico,e sim como grande critico e apreciador da verdadeira musica.Sei bem o quanto é dificil as pessoas entenderem que a musica vai além de demorados solos...vc tem que estudar mt p chegar onde está!,fico feiz quando leio seus posts,e vejo que ainda existem musicos que se preocupa com o real valor da sonoridade...;)

João Pedro Cardoso disse...

Muito bom kiko... mais como fã queria fazer um comentario a mais só pra voce ler :D... cara,comecei a conhecer seu trabalho agora, e confesso que adorei.voce é muito bom guitarrista,e,alem disso muito bom escritor tambem,tanto que me emocionei com o post! ganhei uma guitarra recentemente e estou aprendendo a tocar,você é uma grande inspiração pra mim... espero montar uma banda no futuro e que com muita força de vontade vou tocar como voce! abraços de seu grande fã ...:D

DOUGLAS GUITAR disse...

Grande Jason Becker, logo quando conheci sua música fiquei impressionado como muitos pela sua qualidade técnica, mas também o que me deixou mais vidrado neste verdadeiro guitar hero, foi a forma como combina esta técnica com um feeling de cair lágrimas dos olhos. músicas como "altitudes" e até mesmo "serrana"(foi criada na guitarra mas pelo começo da doença ele a fez como uma peça clássica)são daquelas que um guitarrista não poderia deixar de ouvir.
Além desse grande músico ele é um dos exemplos de vida em que mais me inspiro, NÃO DESISTA DE UM SONHO NUNCA!!!
BELAS PALAVRAS NO BLOG KIKO!!!!!
ADMIRO MUITO VOCÊ COMO MÚSICO E MUITO LEGAL ESTA ATITUDE DE AJUDAR O JASON BECKER, TANTO NO FESTIVAL QUE VOCÊ VAI PARTICIPAR QUANTO NA CONTRIBUIÇÃO NO CD DO GUITAR CLINIC, COMPROVANDO QUE VOCÊ É UMA PESSOA DE GRANDE CARÁTER E UM DOS GUITARRISTAS EM QUE MAIS ME INSPIRO, JUNTO COM O JASON!!
VIDA LONGA A KIKO LOUREIRO E JASON BECKER!!!!!

Camila Simont disse...

Adorei a definição sobre musicalidade do final. Ja tinha lido na GP e precisei vir aqui comentar... Gostei mesmo! hahahahahah!!

Vc esta escrevendo cada vez melhor!

Abraçossss

Anônimo disse...

Jackson o menino Progígio!
Ele continua nos ensinado muito mais agora!Ele é mais poderoso que muitos "jovens" que pulam como borrachinhas vivas no Palco,mas não tem um pingo de coragem e de Luta que Jackson!
É lamentável seu estado,mas mais lamentável aquele que se pode se locomover e não ter um pingo de bom senso!Obrigado!:-)

Magnum Opus disse...

História bacana! Eu ficaria muito feliz no seu lugar...

HUDSON VIANA PERES disse...

fenomenal grande Kiko seu trabalho é sensacional, obg por compartilhar tantas coisas incríveis!

†ℓιℓα†Buєиσ† ☠ disse...

Está apaixonado.

Aline Bahiense disse...

Faz poucos anos que pude conhecer seu trabalho. Até hj me pergunto porque demorou tanto para isso acontecer. E cada vez q conheço um pouco mais da sua carreira vejo duas coisas: Deus lhe deu o dom e vc fez jus a esse presente. Seus estudos, sua dedicação e cada gota de suor com certeza são os responsáveis por todo o brilho q tive o prazer de assistir no RJ dia 02 (pena q não rolou autógrafo rs). Esse episódio q relatou mostra que não são as coincidências que determinam o destino, mas sim a sabedoria de aproveitar as oportunidades que aparecem. Você é sim o Mestre. Mil vezes parabéns, ainda vou poder dizer isso pessoalmente! Abçs

mari de moura disse...

Olá Kiko!
Seus posts não me surpreende,pois vc é mestre tb nos textos.
"Vejo"tda a cena que vc descreveu,e sinto tanto pelo músico.
Nem procuro entender os mistérios da vida.
Gdes talentos musicais,pessoas de outras profissoes...têm seus projetos interrompidos...
Obgda por compartilhar seus momentos cmg que te admiro pra caramba!
Vc é meu guitarrista preferido,mas
gosto de mtos outros.
Bjão

Anônimo disse...

Cara, difícil não se emocionar lendo isso.